» PESQUISAS & EVENTOS » Pesquisas

(2016 – Atual) O LUGAR DO DISCURSO NA ARTE E NA DOCÊNCIA: ENTRELAÇAMENTOS E ARTICULAÇÕES TECIDAS EM CONTEXTOS EDUCATIVOS

Este projeto objetiva contribuir com a formação de professores de Artes Visuais, desde o ensino básico ao superior, tendo como foco os discursos produzidos por professores do ensino superior sobre a docência e os processos de criação artística que envolvem as suas produções artísticas. Elege como corpus os professores dos Cursos de Artes Visuais e de Artes Plásticas da Universidade Federal do Espírito Santo que possuem produções no acervo da Coleção de Arte da mesma instituição. Pretende recuperar as ligações entre a Arte, o artista e a docência a partir dos discursos de seus enunciadores para compreender os processos de constituição do artista e do professor e se, e como, esse processo é incorporado em sua docência. Os referenciais da semiótica discursiva (Greimas, Oliveira, Landowski), da filosofia ( Merleau-Ponty) e do ensino da Arte (Barbosa, Pillar, Buoro e Oliveira) constituirão a base epistemológica e metodológica para as análises dos discursos produzidos e das demais ações que o projeto almeja alcançar. A pesquisa será constituída por uma escolha de obras pertencentes à Coleção de Arte da UFES, de diferentes linguagens, suportes e temáticas para que possamos ampliar e diversificar o eixo do qual a investigação partirá, o segundo movimento investigativo envolverá os professores artistas enunciadores dessas obras escolhidas. As obras serão o ponto de partida para fomentar os discursos dos professores, tanto para desvelar o que é imanente nelas quanto os que fluírem a partir delas e revelarem as docências ocultas que o acabado da obra presentifica. Almeja-se, com essa investigação oferecer subsídios teóricos e metodológicos para os professores de Arte da Educação Básica pensarem as suas docências entrelaçadas e articuladas com a Arte. Palavras chave: Arte e docência, produção de Arte, professor de Arte.


(2014 – Atual) FORMAÇÃO DOCENTE EM ARTE -ACOMPANHAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS EAD/UFES

Pretende-se debater e refletir sobre a formação docente em arte com base nas práticas e nos processos educativos vivenciados no curso de Artes Visuais EAD. Algumas temáticas serão investigadas: Que professor se quer formar. Como é proposta essa formação. Como se articulam os processos investigativos/ artísticos/estéticos/culturais e educativos que envolvem essa formação. O projeto envolverá professores do Centro de Artes e de Educação, tutores e alunos do curso, com o intuito de pensar a formação do professor de artes na modalidade EAD e em que medida as tecnologias da informação podem contribuir para o aprendizado. Objetivo Geral: Discutir processos e práticas que envolvem a formação do professor de Artes no curso de Licenciatura em Artes na modalidade a distância da UFES. Objetivos Específicos: Compreender a diversidade das práticas docentes em artes; Coletar e disseminar informações sobre a formação em artes; Dar visibilidade acadêmica às ações propostas no curso.


(2012 – 2016) AS INTERDISCURSIVIDADES DAS OBRAS DE UM ACERVO COMO PROPOSITORAS DE PRÁTICAS EDUCACIONAIS

Tendo como corpus o acervo da Galeria de Arte Espaço Universitário da Universidade Federal do Espírito Santo(GAEU/UFES), temos como objetivo inicial estabelecer relações entre as obras, considerando que cada uma delas a seu modo concretizam em seu plano de expressão, distintas visões de mundo, mas que apontam para temas que se aproximam, dialogam, e narram uma história, várias histórias e nos inclui nelas. Esse primeiro movimento de análise desse acervo, a partir das interdiscursividades das obras nos conduzirá a outros espaços, tempos e produções o que possibilitará: -investigá-lo a partir do sistema das Artes, mas não exclusivamente nele, o que nos permitirá considerar as inserções da Arte com outras instâncias tais como as da ciência e com outras áreas do conhecimento como a comunicação, a história, a filosofia entre outras; -identificar as marcas de transformações históricas, culturais e estéticas presentes nos fios interdiscursivos que as obras entrelaçam; -considerar não somente a expressão plástica que lhes dá concretude, mas os conteúdos e as enunciações sociais; - considerar os diálogos estabelecidos deste acervo, com obras de outros acervos de instituições nacionais e estrangeiras; -conhecer os modos como outras instituições( Museológicas e/ou Educativas) propõem diálogos e projetos de seus acervos com a comunidade em geral e especificamente com as escolas; -analisar as relações entre o que essas obras ?nos dizem, e seus modos de dizer? com outras obras e com as práticas sociais em que se encontram contextualizadas, e as dimensões em que se alojam. O segundo movimento responde a uma, entre outras possibilidades apontadas aqui, de como tornar visível este acervo e como a partir dele podemos propor modos de aproximação e de apropriação da Arte. Pois, ao mesmo tempo que as tomamos como discurso formador, promovemos a partir dos entrelaçamentos discursivos outros diálogos com outras áreas do conhecimento.


(2009 – 2012) A ARTE NA EDUCAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO: DE PROFESSORES A ALUNOS

Nos interessa pesquisar os alunos do curso de Licenciatura em Artes Visuais modalidade semi-presencial da UFES e, principalmente esse aluno/professor e acompanhar suas trajetórias na academia, no processo de sua formação docente. Investigar quais são os saberes advindos de suas práticas cotidioanas de salas de aula, em confronto, ou não com outros saberes. Quais as escolhas que fazem e quais são os valores dessas escolhas numa docência em Arte?


(2007 – Atual) A CIDADE QUE MORA EM MIM

É um projeto que pretende dar visibilidade à cidade que mora em cada um de nós, refletindo sobre a nossa inserção como cidadãos na dimensão cênica da cidade de Vitória: os espaços urbanos, os seus trajetos, as ambientações públicas e particulares. Como fundamento e metodologia inspirou-se no material educativo arte . A partir dessa temática discutiu-se a ?cidade? e as cidades imaginárias e como elas são semiotizadas pelos participantes do projeto. Com a parceria da Secretaria Municipal de Educação e apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade de Vitória esta no ano de 2007 e do SEED-MEC no ano de 2008.



Feliz Natal!
ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds